4 problemas da negligência ao escolher a sua marca. ( Marcas e Patentes VIX )

Criar uma marca é um processo que requer investimento e tempo para sua consolidação da sua marca, afinal, nenhuma grande marca que temos hoje em dia estabeleceu-se nos últimos dois meses, porém se você for negligente na definição de seus elementos, certamente terá problemas.

Esse investimento na criação, desenvolvimento, crescimento e consolidação da marca com os atributos que o empreendedor espera ver fixado na mente de seu mercado consumidor devem ser protegidos através do registro da marca.

Uma vez registrada a marca o empreendedor terá a exclusividade na utilização desta para identificar os produtos e serviços de seu segmento de mercado a nível Brasil.

Evite problemas, verifique sempre se a que você pretende utilizar está disponível.

Faça uma consulta gratuita sobre o nome que deseja registrar.

IDEA

O registro de marcas e patentes é público, obrigatoriamente, cada novo ato dos processos deve ser publicado na Revista da Propriedade Intelectual (RPI) que tem, para efeitos legais, o mesmo valor que o Diário Oficial da União.

Ainda que você não tenha o hábito de ler a RPI toda terça-feira pela manhã, pois ela é um amontoado de códigos e termos legais, basta fazer uma pesquisa no INPI para verificar se existem marcas iguais ou semelhantes àquela que você pretende registrar ou, obter o licenciamento caso a sua marca provenha de uma obra artística, historinha em quadrinho, filmes e etc.

Em um país em que, considerando a quantidade de empresas abertas e a quantidade de pedidos de registro de marcas feitos no INPI, somente 7% (sete por cento) das empresas requerem o registro de suas marcas no primeiro ano, não é de se admirar que a última preocupação do empreendedor seja preocupar-se com o a disponibilidade da marca que se pretende usar bem como com a viabilidade desta para registro de marca no INPI.

Chama a atenção quando em apenas dois dias consecutivos vemos notícias de que empresas tiveram que alterar suas marcas por que “deu um problema” sendo que, nos dois casos, lanchonetes utilizaram marcas conhecidas para promoverem-se.

No primeiro caso uma lanchonete copiou as cores, formas e as setas decorativas da marca de franquias da Subway, alterando apenas o nome para “Sanaway”, como dito no artigo pelo qual tomei conhecimento do caso, o nome em si não seria o problema se a expressão visual dele não fosse uma cópia idêntica do logo da Subway.

No outro caso, uma lanchonete foi aberta com grande estardalhaço, jornais e revistas deram grande cobertura, blogs especializados em análise culinária fizeram reviews do local e dos lanches tudo por que eles eram uma lanchonete baseada em Star Wars!

Quem conhece um pouco de licenciamento e da forma como as marcas e direitos autorais de Star Wars são tratados, sempre com muito zelo, estranhou o fato, mas a Disney havia adquirido a franquia e algo poderia ter mudado, ainda que não tenha sido barato, como declarou um dos sócios em entrevista à folha de São Paulo:

Com um investimento de cerca de R$ 2 milhões para abrir o negócio, ele não diz quanto desembolsou para poder usar esse conteúdo. Mas garante que “foi um valor bem alto”.

O empreendimento foi um sucesso até que fomos surpreendidos por essa nota:

NOTA ESCLARECEDORA!!!!!!O Jedi’s Burger & Grill, foi inaugurado no dia 06 de junho de 2015. Todo o restaurante foi…

Publicado por Jeti’s em Terça, 5 de janeiro de 2016

Os problemas que a negligência pode trazer

Existe um procedimento que chamamos de “clearence” ou seja limpar os direitos autorais, seja por que identificamos os autores e buscamos o correto licenciamento e caso este não seja possível buscam-se formas criativa que utilizem o tema proposto mas não utilize marcas ou personagens protegidos pelos direitos autorais, e está presente na nota:

“(…) convidamos todos vocês Guerreiros, para que venham e embarquem em nossa espaçonave e assim, tenham uma experiência Intergaláctica inesquecível, aproveitando das variedades que temos em nosso cardápio e das refeições inusitadas.”

Problema 1: Lidando com uma notificação

Não é incomum sermos procurados por empresários que receberam notificações para que pare de usar uma marca, em alguns casos ela é procedente, em alguns é só uma “ameaça”.

Mesmo quando não há qualquer fundamento na notificação e a empresa pode continuar a usar a marca que vem utilizando, isso é um tormento para o empresário, que fica desorientado, sem saber como agir e em alguns casos eles preferem alterar a marca que utilizam desde o início do empreendimento.

Imagine agora que você receba essa notificação, certamente não seria agradável e lhe traria algum nível de preocupação.

O melhor é sempre estar um passo a frente e planejar-se para construir uma marca sólida e exclusiva, isso vai demandar investimentos? Certamente, mas no final das contas você poderá ficar tranquilo com a marca que usa, sabendo que precisará investir apenas uma vez, o que certamente será mais barato que ter que refazer tudo.

Problema 2: Os custos de mudar a marca

Imagine agora você recebendo uma notificação por que não tomou o cuidado necessário com a marca, fixando um prazo de 20 a 30 dias para que você altere:

  • Toda e qualquer elemento de identificação.
  • A fachada da empresa, toldo, luminosos e toda a caracterização da empresa.
  • O site
  • Cartão de visita
  • Cancelar anúncios eletrônicos
  • Perder os investimentos feitos em anúncios impressos como calendários, folhetos, folders entre outros e jogar fora tudo.
  • E explicar para todos que continuam sendo a mesma empresa!
  • Quanto isso ira lhe custar?

E a questão central é essa, a diferença entre investir com segurança ou perder todo o investimento anterior e recomeçar.

Ninguém quer investir valores para depois ter que jogar fora tudo e refazer, investindo novamente, você dobra os valores colocados no negócio, mas o retorno será apenas metade do que previsto.

Problema 3: Mudar a marca nunca será indolor

Muitos empresários dizem “sou muito pequeno” e acreditam que por atuarem apenas em sua cidade dizem que “se der problema com a marca, mudam ela depois”, a questão que não se observa é este processo nunca será indolor.

É certo que caso o processo de mudança da seja marca pensado, estruturado e feito uma comunicação eficiente de que haverá a mudança e qual será a nova marca, os problemas que serão enfrentados podem ser reduzidos.

O cliente não será surpreendido e já saberá de antemão que a partir de uma determinada data o negócio irá mudar e o empreendedor tem tempo de trabalhar esta nova marca na mente de seu cliente fiel situação totalmente diferente ocorre quando você recebe uma notificação extrajudicial.

Problema 4: Pagar indenização por usar uma marca que não poderia

Para finalizar a questão e talvez este seja o problema mais difícil de lidar quando se utiliza uma marca que não está disponível é ter que indenizar o verdadeiro proprietário daquela marca.

Ao ser notificado, mesmo que você atenda a solicitação de parar de utilizar a marca, tome todas as medidas que indicamos acima, ainda assim você pode ser processado sendo possível que ao final do deste processo tenha que pagar indenização pelos danos morais e materiais que causou ao titular do registro da marca.

Se lidar com uma notificação já tormentoso para o empreendedor, ter que esperar a definição de um processo que irá durar anos em que as presunções de legalidade estão contra você que utilizou uma marca já protegida, não é fácil.

Conclusão:

Não podemos dizer que o empreendedor brasileiro ignora o registro de marca, pois para “ignorar” ele teria que ter conhecimento de sua importância e necessidade.

Nos últimos anos tivemos um salto gigantesco na produção de conteúdo e orientação voltados principalmente para o empreendedor, muito se fala em criar uma marca forte e que transmita os valores da empresa para o consumidor, mas muito pouco se explica sobre a necessidade de proteção da marca e os problemas que a negligência ao escolhermos a marca pode trazer para o empreendedor.

Hoje o empreendedor monta sua startup por que identifica uma oportunidade e faz altos investimentos para obter sucesso nos negócios, ainda assim, e não é do interesse de ninguém ter prejuízos, mas a falta de conhecimento sobre o mercado não pode ser alegada para evitar os prejuízos que mais cedo ou mais tarde chegarão para aqueles que negligenciam o registro de marca.

Caso você precise de auxílio com a avaliação da sua marca, entre em contato!

Faça uma consulta gratuita sobre o nome que deseja registrar.

Marcas e Patentes VIX.